top of page

Campanha SADA: A Luta Contra o Artesanato Ilegal de Tartaruga Marinha em São Tomé

(English version below)


As tartarugas marinhas estão entre os animais marinhos mais ameaçados de extinção, globalmente classificadas na Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da União Internacional para a Conservação da Natureza como Vulneráveis, Ameaçadas ou Criticamente Ameaçadas.


A ilha de São Tomé acolhe cinco das espécies que existem no mundo, sendo uma delas de particular interesse devido à sua lindíssima carapaça. A tartaruga Eretmochelys imbricata, ou Sada, como é localmente conhecida, foi durante largas décadas cobiçada pelos artesãos locais, que usavam a sua carapaça para esculpir diversas formas de artesanato.


Esta prática histórica, em diversas partes do mundo, colocou esta espécie em risco crítico de extinção a nível global. São Tomé e Príncipe detaca-se como a mais importante área de desova na costa oeste africana para esta espécie. Esta população está entre as onze populações de tartarugas marinhas mais ameaçadas no mundo.



Internacionalmente, a convenção CITES proíbe o comércio de produtos derivados de tartarugas marinhas, e a legislação nacional (Decreto-Lei nº 8/2014) também salvaguarda estes animais em São Tomé e Príncipe.


O comércio ilegal de artesanato de carapaça de tartaruga ainda é, no entanto, uma realidade. Em São Tomé, o Programa Tatô tem vindo a mover esforços de sensibilização, alertando os cidadãos locais para a proibição desta prática punível por lei e para a necessidade de proteção desta importante espécie criticamente ameaçada.


A Campanha SADA surge este ano da necessidade de reforçar e dar continuidade aos esforços de sensibilização que têm vindo a ser feitos ao longo dos últimos anos. Realizada em parceria com a MARAPA (ONG Mar Ambiente e Pesca Artesanal), a DGAAC (Direção Geral do Ambiente e Ação Climática de São Tomé e Príncipe) e a UPAB (Unidade de Protecção do Ambiente e da Biodiversidade), trata-se de uma campanha abrangente, que visa, não só, artesãos, proprietários de lojas e revendedores de artesanato, como também clientes das lojas de artesanato e de souvenirs.


Uma das principais estratégias desta campanha passou pela sensibilização e colocação de cartazes informativos em 25 reconhecidos pontos de interesse turístico, nomeadamente em lojas de artesanato e de souvenirs, no aeroporto, em hotéis, restaurantes, entre outros. Nestes cartazes chama-se à atenção para a prática ilegal de compra e venda de artesanato feito com carapaça de tartaruga marinha com dicas de como identificá-los.


As lojas de artesanato e de souvenirs que não vendem produtos feitos com carapaça de tartaruga foram ainda felicitadas com o selo "Nesta loja não se vende artesanato de tartaruga. Valorizamos o património natural de STP ". Torna-se assim mais fácil identificar estes locais e salvaguardar os visitantes da compra de artesanato de tartaruga.


Esta campanha contou ainda com a realização de um vídeo onde é possível aprender a identificar artesanato feito com carapaça de tartaruga marinha. O mesmo está acessível no nosso canal Youtube PROGRAMA TATÔ TV e através de QR Code.





A Campanha SADA reflete o esforço coletivo de todos aqueles que continuam a lutar pela proteção e conservação das tartarugas marinhas na ilha de São Tomé, particularmente da tartaruga Sada. Com esta campanha pretende-se continuar a diminuir significativamente a captura desta espécie para a obtenção da sua carapaça e manufactura de artesanato, e conscencializar locais e visitantes da sua importância ecológica e necessidade de conservação.


 

SADA Campaign: The Fight Against Illegal Sea Turtle Crafts in São Tomé


Sea turtles are among the most endangered marine animals, globally classified on the International Union for Conservation of Nature's Red List of Threatened Species as Vulnerable, Endangered or Critically Endangered.


The island of São Tomé is home to five of the seven species existing worldwide, one of which is of particular interest due to its beautiful shell. The sea turtle Eretmochelys imbricata, or Sada, as it is locally known, was coveted for many decades by local craftsmen, who used its shell to sculpt various forms of handicraft.


This historical practice in various parts of the world has put this species at critical risk of extinction on a global scale. São Tomé and Príncipe is the most important nesting area on the West African coast for this species. This population is among the eleven most endangered sea turtle populations in the world.



Internationally, the CITES convention bans the trade of sea turtle products and national legislation (Decree-Law no. 8/2014) also safeguards these animals in São Tomé and Príncipe.


However, the illegal trade in sea turtle shell handicrafts is still a reality. In São Tomé, Programa Tatô has been raising awareness, alerting local citizens to the legal prohibition of this practice and to the need to protect this important critically endangered species.


SADA campaign emerged this year from the need to reinforce and continue the awareness-raising efforts that have been made over the last few years. Carried out in partnership with MARAPA (NGO Mar Ambiente e Pesca Artesanal), DGAAC (São Tomé and Príncipe's General Directorate for the Environment and Climate Action) and UPAB (Unit for the Protection of the Environment and Biodiversity), this is a wide-ranging campaign aimed not only at craftspeople, shop owners and craft retailers but also at customers of craft and souvenir shops.


One of the campaign's main strategies was to raise awareness and put up information posters at 25 well-known tourist attractions, including craft and souvenir shops, the airport, hotels and restaurants, among others. These posters draw attention to the illegal practice of buying and selling handicrafts made from sea turtle shells, with tips on how to identify them.


Handicraft and souvenir shops that do not sell sea turtle shell products were also honoured with the label This shop does not sell sea turtle shells. We value the natural heritage of STP’. This makes it easier to identify these places and safeguards visitors from buying sea turtle handicrafts.


This campaign also included a video where it is possible to learn how to identify handicrafts made from sea turtle shells. It is accessible on our YouTube channel PROGRAMA TATÔ TV and via QR Code.





Sada Campaign reflects the collective effort of all those who continue to fight for the protection and conservation of sea turtles on the island of São Tomé, particularly the Sada turtle. This campaign aims to continue to significantly reduce the capture of this species to obtain its shell and make handicrafts, and to make locals and visitors aware of its ecological importance and the need for conservation.

51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page